Escapando do Reino de Hades

Jardim das Delícias (Bosch)

Finalmente sinto-me saindo do reino de Hades para onde fui arrastada num átimo...
Fiquei por lá algum tempo onde vivi momentos insólitos
E caminhei por entre figuras horrendas, monstros indomáveis...
Senti minha vida esvaindo devagar
Por entre longos dedos de criaturas que pareciam ter escapado de uma tela de Bosch.
Foram dias difíceis e longas noites onde
Gritos pavorosos enchiam o ar e
Cheiros estranhos maculavam minhas narinas.
Gastei horas encolhida num canto onde meu corpo jazia exausto, cansado...
Energia escoando pelos poros, vitallidade escapando numa massa disforme de fezes explosivas
E um resto de vida devolvida entre rugidos e golfadas azedas.
Num grito perplexo uma pergunta insistia em minha mente confusa, cansada
Deus, ó Deus, onde estás Tu? O que queres de mim?
Afasta de mim este cálice...
E devagar fui me arrastando, tentando escapar à tentação de desistir
Minha vontade sobrepujando uma outra
E Demeter estendendo sua mão forte
Ajudando escalar pela fenda estreita por onde uma tênue claridade
Insiste em iluminar esse reino obscuro e fantasmagórico
Onde a vida pende por um fio...
4 Responses
  1. Lara Amaral Says:

    Nossa, tia, texto forte e com a realidade pura do que vc vive.

    Beijo.


  2. Issia Montes Says:

    Pqp dessa vez vc se superou hein?!

    Texto absurdamente forte e realista, usou palavras q realmente remetem àquela realidade obscura e completamente indecisa...

    Mas Deus é forte vc tá melhor agora e vai ser assim até esse pesadelo acabar!


  3. Ana Paula Says:

    Nossa... Lembrei de São Francisco de Assis... Ao final de sua vida ele ( e tantos outros) viveu um momento de solidão, onde Deus se calou e ele nada ouvia. Santa Terezinha tb passou por um longo período de solidão, onde Deus se calou... Mas eles não desistiram, foram vencedores e são lembrados assim. Que Deus te dê força. Quando Deus se cala, tenha fé, Ele está trabalhando em seu favor.


  4. caverna Says:

    Muito forte o texto tia e muito bem escrito. Espero, de coração, que esses sentimentos sombrios, por vezes inevitáveis, se afastem gradativamente de você e que nos momentos de paz momentânea você possa esvaziar um pouco a cabeça e se transportar para lugares mais felizes.

    Afinal de contas, a vida é assim. Pegam um monte de sensações, impressões, estados de espírito e misturam em um liquidificador que confunde ainda mais, mas eventualmente a gente se encontra em posição de entender as coisas e poder ser feliz em alguns instantes. E eu utilizei o sujeito indeterminado na frase de cima, porque Deus é misterioso mesmo, indeterminado, mas acredito que exista um plano, uma ordem em meio ao caos, porque faz sentido que assim seja, a ciência indica isso.

    Melhoras tia, fique bem! =)

    Um beijo do Rafa!


Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. bjs Lou