Repouso e Leitura

Acordei na madrugada de segunda-feira sentindo a garganta arranhando e o nariz entupido, claro sintoma de que uma gripe estava se instalando. Tomei um remédio, voltei para cama e só acordei por volta das 9 horas da manhã.
Fiquei indisposta o dia todo, tossindo muito e com o corpo todo dolorido. Duas semanas de férias num lugar tão frio e fui gripar quando cheguei em casa, num calor de rachar. Quem entende uma coisa dessas? Fiquei sem energia e com o corpo tão dolorido que sequer consegui assistir a missa do padre Pedro tanto na segunda quanto na terça-feira.
E hoje, sexta-feira, começo do final de semana fiz quimio porque já estou melhor da gripe. Continuo apenas um pouco rouca e ainda tossindo.
A Maura e a Iraci vão passar o final de semana em Caldas Novas e me convidaram para ir junto. Acabei declinando do convite por causa da quimio que pode provocar alguns sintomas parecidos com a gripe que ainda não acabou de vez. É melhor ficar mais quieta.
Aproveitei o repouso forçado durante a semana para ler o livro que ganhei no natal: O Bobo da Rainha, de Philippa Gregory. É um romance histórico que conta a vida da rainha Mary da Inglaterra, filha de Henrique VIII com Catarina de Aragão. Já li as publicações anteriores da mesma autora e gostei muito deste também.
Gosto de história e esses romances históricos, mesmo não sendo precisos, sempre contam um pouco da história do mundo. O período Tudor da Inglaterra, no século XVI, foi uma época de muitas intrigas e conspirações, muitas mortes na fogueira ou no cadafalso. Várias cabeças rolaram, muita injustiça foi cometida ora em nome de Deus, ora em nome do rei. Um verdadeiro horror.
Henrique VIII, segundo na Dinastia Tudor e que se sentia o Deus na terra, se casou seis vezes, mas teve apenas um filho varão para herdar o trono. Com a rainha Catarina de Aragão, sua primeira esposa, teve a princesa Mary e com a famosa Ana Bolena teve a princesa Isabel, mais conhecida como Elizabeth.
Com a morte de Henrique VIII Eduardo VI foi coroado rei aos nove anos, mas morreu de tuberculose aos quinze. Sua sucessora, Jane Grey, ficou no trono por apenas 9 dias e foi obrigada a renunciar em favor da rainha Mary, verdadeira rainha da Inglaterra, como desejava o povo.
A rainha Mary também morreu sem deixar herdeiros e o trono foi para Elisabeth, sua meia irmã que fez um grande e próspero reinado. Durante seu reinado a Inglaterra alcançou o auge econômico e se tornou a maior potência política, comercial e cultural da Europa.
1 Response
  1. resumao do livro q da ate vontade de ler...

    mas como sei q sou preguicosa p leitura INFELIZMENTE pararia no maximo no primeiro livro da saga...


    Acho uma otima ideia usar o blog as vezes p esse "culturizando"


Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. bjs Lou