Câncer no Artista

Câncer, carcinoma, melanoma, aquela doença ou qualquer outro nome que se dê, câncer é cancer e não uma gripe qualquer. Aliás, nem dá mais para dizer gripezinha qualquer, pois a H1N1 já fez e promete ainda fazer muitas vítimas. Então doença, seja ela qual for, é sempre um problema e não uma coisinha qualquer.
Fico uma fera, muito irritada mesmo quando um artista ou qualquer pessoa em evidência na mídia vem minimizar e até mesmo ridicularizar os efeitos da quimioterapia. Penso que para alguns artistas ou qualquer pessoa que adore ser notícia estar longe dos palcos, dos refletores e da mídia é muito pior que ter um câncer ou até mesmo morrer. Aliás, acho até que uma doença grave como o câncer acaba por elevar o ibope, pois o ser humano parece adorar acompanhar de perto qualquer tipo de tragédia.
Um tempo desses foi a Glória Peres dizendo que os pacientes que faziam quimio na mesma sala que ela continuavam ocupados com seus afazeres cotidianos como se nada incomum estivesse acontecendo. Agora vem a Hebe Camargo afirmando que fazer quimio é como tomar um suco de limão. Ora, me poupe, uma afirmação dessas chega a ser, para não dizer nada muito pesado, no mínimo leviana. Para começo de conversa tanto a Glória Peres como a Hebe, sem sombra de dúvida, tiveram acesso ao que há de melhor e mais moderno em termos de tratamento quimioterápico. O mesmo não se pode dizer da maioria dos pacientes em tratamento na rede pública e até mesmo na privada.
Claro que tanto a Glória quanto a Hebe são guerreiras que não deixaram a peteca cair. Só isso já faz delas uma referência tanto quanto o José de Alencar, nosso Vice, e muitos outras pessoas pelo mundo afora. A diferença é que artistas e pessoas públicas precisam ter mais responsabilidade com o que falam, pois elas atingem um enorme número de pessoas conseguindo até mesmo mudar comportamento, ditar moda, e outras coisas mais.
Estive fazendo quimio semanalmente durante os últimos três anos e posso garantir que olhando para mim ninguém consegue sequer imaginar que estou tratando um severo câncer metastático. Minha aparência é ótima e minha disposição, sempre que estou bem, também é excelente, mas nunca pude comparar as químios que já fiz a nenhum suco de limão ou qualquer outro suco e muito menos pude continuar fazendo as mesmas coisas que sempre fiz ou que gosto de fazer como se nada houvesse mudado em minha vida e olha que tenho acesso ao que há de melhor em termos de tratamento médico e quimioterápico.
Só para dar um exemplo, no ano passado sequer passei perto de um cinema ou teatro, que eu adoro, porque minha imunidade esteve baixa quase todo tempo. Imunidade baixa, locais fechados e muito cheios não combinam com tratamento quimioterápico.
Outra coisa que me incomodou bastante foi ficar completamente sem paladar por causa de uma das químios a que tive que me submeter. Tudo o que eu tentava comer não tinha sabor. Posso garantir que foi muito ruim e não tinha sequer gosto de suco de limão sem açucar.
Outra consequência de químio foi uma terrível neuropatia que acometeu minhas mãos e meus pés. Eu não conseguia caminhar, sentia muitas dores e nada parava em minhas mãos. Até hoje, mais de dois anos depois, ainda não recuperei a sensibilidade total nos pés e não consigo usar sapatos de salto. Além disso essa neuropatia ainda provocou a paralisia da minha prega vocal esquerda, o que acabou com minha voz de soprano (eu cantava em coral). Agora, ou estou afônica ou completamente rouca.
Não vou ficar aqui relacionando todos os efeitos indesejáveis de alguns quimioterápicos, mas eu penso que qualquer pessoa ligada a mídia precisa ter mais responsabilidade com as coisas que afirmam. Uma coisa é um artista mentir dizendo que sua pele linda e sedosa é resultado do uso de água e sabão, outra é comparar quimio a suco de limão.
Acho leviano e irresponsável que alguém com projeção na mídia, que invade a casa de milhões de pessoas diariamente através da internet ou da televisão afirme uma bobogem dessas. Outros pacientes que estão em tratamento e sentindo um monte de efeitos colaterais, com certeza, ficam perdidos em meio a afirmações desse tipo. Eles não conseguem entender que isso faz parte do jogo da mídia, para despertar pena, admiração ou simpatia. Basta conferir o ibope do último programa da Hebe que foi ao ar. Todos queriam ver de perto a artista idosa que enfrentou o câncer com galhardia, fez quimioterapia e estava no programa esbanjando bom humor e disposição. Queria ver se ela tivesse feito uma quimio pesada, que deixa o corpo arrasado e o humor em farrapos. Duvido muito que estivesse ao menos de pé.
A pesquisa do câncer, principalmente o de mama, que ainda mata milhares de mulheres todos os anos, é a que recebe mais recursos. Toda hora sai uma medicação nova e com menos efeitos colaterais, mas ainda assim uma droga e uma droga forte, poderosa. Ontem comecei um novo protocolo de quimioterapia porque depois de três anos de tratamento a doença avançou (decerto o suco de limão que andei tomando esses três anos não fez o efeito desejado). Agora estou fazendo uma quimio diária e em comprimidos e não mais pela veia. Uma delas é uma droga nova que promete menos efeitos colaterais e mais eficácia. Vamos aguardar para conferir, pois tudo o que quero é ficar livre da doença e dos efeitos colaterais da quimioterapia.
5 Responses
  1. Anônimo Says:

    Lou,
    Acompanho seu Blog e gosto da forma que vc fala sobre a doença. Vc foi perfeita em contestar o suquinho de limão.
    Não se pode minimizar os efeitos de uma quimio, eu me submeti a 5 ciclos de TAC e só eu e Deus sabemos como tenho sofrido efeitos colaterais. Câncer é câncer e não se brinca com isso!
    Boa sorte p/ vc com esse novo Protocolo.
    Célia


  2. Anônimo Says:

    Ola Maria!

    Eu nao vi o programa da Hebe, mas o que vc colocou aqui sobre o que ela disse eh de deixar qualquer um de boca aberta. Compara os efeitos da quimio com suco de limao eh o fim. Sei muito bem o que uma quimio eh capaz de fazer com uma pessoa, pois vejo em meu esposo que os efeitos colaterais dela nao eh nenhum suquinho de limao sem acucar. Meu esposo terminou as quimios a 2 semanas e os sintomas da quimio continuam. bjs e boa sorte no seu novo ciclo de quimios. Sandra


  3. Olá Maria de Lourdes,
    Descobri teu blog numa comunidade relacionada oa câncer no orkut, onde tua sobrinha mencionou o blog e vim conferir. Gostei muito e já virei seguidora.
    Quanto à questão da quimioterapia, concordo contigo que de suco de limão lembra pouco...rsrsr...sabemos que a coisa não é tão simples e que o bicho pega mesmo. Entretanto tento observar o assunto do ponto de vista de pessoas como Hebe Camargo e Glória Perez, que são pessoas públicas e formadoras de opinião e comparar a quimio com suco de limão chega a ser uma coisa boa se a gente levar em conta a quantidade de pessoas que jamais procuram o médico com medo de estar com "aquela" doença. Não fazem exames, não vão ao médico e se nem cogitariam a idéia de fazer uma quimioterapia Para essas pessoas a comparação é válida, pois tira o medo de descobrir que tem "aquela" doença...É para essas pessoas é que vai esse recado. Pelo menos foi assim que entendi.
    Fico torcendo muito por ti e teu tratamento. Espero que tenhas êxito com o novo tratamento.
    Virei aqui mais vezes. Gostei muito.
    Se quiser retribuir a visita, o endereço de meu blog é http;//pensoinsisto.com
    bjs


  4. Oi Maria, vc esta certissima. Perdi meu pai dia 27/02 para um melanoma altamente agressivo e ele vez quimio. Ou era suco de limão e por essa razão não serviu de nada ou realmente ele tomou a quimio e infelizmente também não serviu. Mas o quero te dizer é que foi uma comparação muito de mau gosto, principalmente para pacientes e parentes de pacientes que fazem uso da quimio e sabem que a coisa é bem diferente. É muita hipocrsia. Acho que ela poderia ajudar aos portadores de cancer com comentarios mais construtivos e realistas.
    Vi o comentario da sua sobrinha em uma comunidade que acompanho por esta razão vim até aqui.
    Bjos e que Deus te proteja.
    Roberlene


  5. Anônimo Says:

    Concordo plenamente com vc e digo mais....se a maioria dos pacientes com CA tivessem todo o recurso que a Hebe teve, com certeza eles tb estariam dizendo isso, não é mesmo? pois ela teve um CA descoberto num dia e no outro já estava sendo operada e fazendo quimio "tomando suco de limão"....mas a realidade é bem diferente....o país de desigualdade esse...


Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. bjs Lou