Dançando com Eros?

Casa velha em reforma
Homens estranhos quebrando a escada e
Cozinheiras desconhecidas se ocupando na pia espaçosa.
Devagar e com cuidado subo os degraus quebrados
E alcanço um quarto grande com a pintura suja e encardida.
A pequena porta indica a existência de outro quarto anexo
Passo direto por ela e entro no closet escuro
Com uma grande janela de veneziana verde trancada.
Observo o papel soltando das paredes
A reforma ainda está no início, vai demorar ficar tudo pronto.
Volto ao quarto principal e abro a porta de comunicação
Do outro lado o sol inunda o quarto infantil
Imaculadamente limpo e iluminado
E cheio de brinquedos espalhados pelo chão.
Um garotinho brinca distraido
Mas ao perceber minha presença levanta a cabecinha
Emoldurada por cabelos cor de mel
E corre em minha direção, sorrindo com os braços abertos
Abraça minhas pernas e enquanto dançamos
olha em meus olhos.
Ele sorri confiante
Seguro de seu papel.
1 Response
  1. Lara Amaral Says:

    Lindo, tia, nossa, como gostei!

    Um conto emoldurado na gente.

    Beijo.


Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. bjs Lou