As vozes dos bichos

Minha casa, às vezes, parece mais um zoocômio (uma mistura de zoológico com manicômio), pois de repente os bichos todos começam a soltar suas vozes numa sinfonia desconexa. É o gato que late andando sem rumo pelo jardim e latindo feito um louco; o gato velho miando desesperado, perdido em sua cegueira; a poodle latindo estridente e irritando todo mundo e esse gata viralata da foto miando baixinho e delicado. A coitada é feia, mas muito carinhosa. Ela tem horror a estranhos e se esconde assim que ouve o barulho da campainha (deve ter sido muito maltratada antes de ser abandonada em meu quintal). Para fechar o ciclo, o joão de barro pia alto enquanto o bem-te-vi solta um piado que mais parece um grito. É a orquestra animal se apresentando sem maestro e sem hora marcada.
2 Responses
  1. Lara Amaral Says:

    ah, ela é bem fofinha! hehe...

    Beijos.


  2. Issia Montes Says:

    Pois eu acho a Tutuca linda!


Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. bjs Lou